Após ser o epicentro da pandemia do novo Coronavírus, a China resolveu banir o consumo e o comércio ilegal de animais silvestres. Ainda não há nada definitivo, mas isso pode ser a causa do surgimento do vírus.

Segundo a CNN, o congresso nacional chinês adotou a medida com objetivo de preservar a saúde pública e proteger o meio ambiente. O movimento deve extinguir completamente o hábito de se alimentar de animais silvestres, muito comum na cultura daquele e em diversos países do mundo.

Este é certamente um excelente passo em direção a um futuro extremamente mais saudável para nosso planeta, onde os humanos passarão a cultivar orgânica e regionalmente seu alimento. Um futuro talvez distante mas certamente vegano e com produtores regionais valorizados, sem monocultura e com muito mais agroflorestas“, salienta Guilherme Pinguim, fundador da Divers For Sharks.

A exceção será somente para animais usados para a pesquisa, uso medicinal e exibição, mas agora com uma forte supervisão do governo. A medida chega depois do país proibir o comércio de animais silvestres em janeiro.