Lembra quando falamos sobre o perigo dos microplásticos e os males que eles poderiam fazer ao meio ambiente e para a nossa saúde? Cientistas da Environment Agency Austria e da Universidade Médica de Vienna descobriram restos de plásticos em fezes humanas, num experimento que oito participantes de nacionalidades diferentes: um japonês, um italiano, um holandês, um russo, um britânico, um finlandês e um austríaco.

O gênero dos participantes foi mantido em sigilo. No entanto, o mais importante da pesquisa é que todos eles alegaram que consumiram água em dentro de recipientes de plástico na semana anterior ao estudo. O exame das fezes dessas pessoas detectou a presença de microplásticos e mais nove tipos de tipos de plástico diferentes, o que é bastante preocupante.

O microplástico pode acabam atuando como transmissores de toxinas que podem ser extremamente prejudiciais ao sistema imunológico e provocar problemas intestinais. O estudo foi publicado apenas alguns meses após a Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciar que iria investigar os potenciais efeitos do plástico na saúde humana.

Apesar de termos avançado muito na reciclagem, apenas 20% de todo material feito de plástico é reaproveitado. O que é pouco perto dos 8,3 bilhões de toneladas que a humanidade produziu ao longo de 70 anos.

Com informações da Revista Galileu.