Algumas empresas têm mostrado que um mundo mais sustentável é possível. A Etihad fez um voo entre Abu Dhabi (Emirados Árabes) e Brisbane (Austrália) sem que qualquer objeto a bordo fosse feito com plástico. Segundo o comunicado da companhia dos Emirados Árabes, a iniciativa retirou 50 kg de material circulação.

A companhia aérea aponta que identificou 95 itens dentro do avião que são feitos de plásticos e que podem ser substituídos por alternativas sustentáveis.Entre eles estão copos, bolsas, pratos, talheres e escovas de dente. “O que não puder ser substituído, não será colocado nos aviões”, explicou a empresa na nota enviada à imprensa.

“Começamos os esforços em torno da sustentabilidade em 2009, com o uso de biocombustível em nossos voos locais. A operação de um de longa duração sem plástico é parte do nosso esforço contínuo para alcançar este objetivo”, explicou o presidente da companhia aérea Mohamed Mubarak Fadhel Al Mazrouei. Segundo ele, aluminio, vidro e papel reciclado podem ser os materiais usados para substituir o plástico.

A Etihad se comprometeu a remover 20% do plástico dos voos a partir de 1° de junho e retirar 80% dos objetos feitos com o material de toda a companhia até 2022. A iniciativa acontece em um momento em que o mundo discute restrições. Em 2018, China criou barreiras para a importação de lixo feito com o material. Até então, o país asiático servia como ‘lixeira’ para os países desenvolvidos.

A iniciativa de Etihad já é realidade em companhias como a australiana Qantas e a sua subsidiária Jetstar.