O ano vai chegando ao fim e, por isso, preparamos uma lista assuntos que abordamos neste espaço ao longo de 2018 e você tem que ficar ligado para que haja preservação da vida marinha, dos oceanos e da nossa própria existência.

Plástico

Se você usa muitos produtos feitos de plástico, chegou a hora de repensar a forma como você consome, pois a questão virou um problemão. Não é à toa que algumas cidades do Brasil, como o Rio de Janeiro baniram o uso de canudos feitos do material, num movimento que já existe em diversas partes do mundo. Mas ainda é muito pouco para diminuir as ilhas de sujeira que estão se formando nos oceanos e impedir as consequências do uso intensivo.

Carne de cação = carne de tubarão

É uma verdade inconveniente, mas todo ano temos que pedir para que as pessoas abandonem o consumo da carne de cação – eufemismo para carne de tubarão no Brasil. Como já falamos, a iguaria é perigosa para a nossa saúde, além da pesca ser feita de uma forma brutal e que põe em risco o equilíbrio dos oceanos.  Na Ásia, região com o maior consumo, há pressão sobre as empresas que vendem deste tipo de produto.

É necessário mudar o que pensamos sobre os tubarões

Não! Eles não são animais altamente perigosos como Hollywood faz questão de mostrar.  Ainda sabemos muito pouco sobre esses peixes, com novas espécies sendo descobertas e os cientistas pesquisam sobre esses animais, homenageados.  No Brasil, por exemplo, é necessário discutir sobre como a intervenção humana criou uma área com muitos incidentes com tubarões.

Novas áreas de conservação no Brasil

Foi o ano em que o país ganhou duas novas áreas de conservação, o que foi um grande passo para a nossa luta pela vida marinha.  Mas 2018 também termina lembrando que a D4S também brigou pela ampliação do UC de Abrolhos.
É isso! O ano está terminando, mas temos que ficar de olho para que possamos ter um mundo melhor em 2019.  Feliz Ano Novo!